domingo, 29 de junho de 2008

Estudo Evangelístico Parte 4

  • DEUS (Continuação)

Em nossa meditação sobre DEUS nesta semana, iremos observar mais duas caracteristicas.

Observe bem estas duas, bom dela depende a total compreensão de DEUS, não que as outras não sejam importantes, mas agora compreenderemos um pouco a relação DEUS e homem.

Leia com muita atenção Isaias c6v1-5.
Observe que Isaias esta tendo uma visão de DEUS, no seu alto e sublime trono.
Esta visão só foi permitido, pelo querer do próprio DEUS, que se apresenta, e de que forma??
"v2 Serafins estavam por cima dele; cada um tinha seis asas; com duas cobriam os seus rostos, e com duas cobriam os seus pés, e com duas voavam.
v3 E clamavam uns aos outros, dizendo: Santo, Santo, Santo é o Senhor dos Exércitos; toda a terra está cheia da sua glória."


DEUS, é clamado como "Santo". Alias que nas escrituras encontramos pelo menos cinco vezes mais sobre a sua santidade, do que mais qualquer outro atributo.
Quando falamos que DEUS é Santo, pensamos em pureza, que não aceita e nem admite pecado na sua presença. DEUS é puríssimo, não há nem sobre de erro ou pecado. Um pregador já disse "DEUS conhece o pecado sem pratica-lo, o homem conhece o pecado sem conseguir evita-lo".
É de fundamental importância entender a santidade de DEUS, porque é a unica maneira de entendermos porque existe pecado, inferno e condenação.

A santidade de DEUS, em toda sua pureza, impede o convívio com homem e o seu pecado.

No trecho que lemos, pelo menos 700 anos antes do nascimento do SENHOR JESUS CRITOS, os Serafins, que são seres celestiais e ministram diante de DEUS, e ao contrario de outros seres celestiais, possuem asas (seis asas), estão clamando a Santidade de DEUS.

Enquanto os homens querem lembrar do amor, bondade, misericórdia de DEUS, nós céus os seres celestiais, proclamam "SANTO, SANTO, SANTO". E justamente repetem para enfatizar o quanto DEUS leva isto em conta.
Quando a mãe quer chamar a atenção do filho, ela diz: "Não pode pegar isto, já disse não, não e não". Pois DEUS quer nos fazer ver o quanto ele é santo e isto influencia na nossa convivência com Ele.

Leia atentamente Êxodo capitulo 3:
"v1 E APASCENTAVA Moisés o rebanho de Jetro, seu sogro, sacerdote em Midiã; e levou o rebanho atrás do deserto, e chegou ao monte de Deus, a Horebe.
v2 E apareceu-lhe o anjo do Senhor em uma chama de fogo do meio duma sarça; e olhou, e eis que a sarça ardia no fogo, e a sarça não se consumia.
v3 E Moisés disse: Agora me virarei para lá, e verei esta grande visão, porque a sarça não se queima.
v4 E vendo o Senhor que se virava para ver, bradou Deus a ele do meio da sarça, e disse: Moisés, Moisés. Respondeu ele: Eis-me aqui.
v5 E disse: Não te chegues para cá; tira os sapatos de teus pés; porque o lugar em que tu estás é terra santa.
v6 Disse mais: Eu sou o Deus de teu pai, o Deus de Abraão, o Deus de Isaque, e o Deus de Jacó. E Moisés encobriu o seu rosto, porque temeu olhar para Deus."

Observe que Moisés estava diante de algo incrível, uma sarça (arbusto) com fogo, mas não queimava. Era uma manifestação de DEUS, e ele disse, que Moisés teria de tirar a sandálias dos pés, pois ali era terra santa.
E porque a terra era santa?? Será que havia alguma coisa especial naquele lugar, que seja motivo de levar ainda hoje pessoas em caravanas para ali?? Ou não seria pelo fato da presença de DEUS??

Compare o trecho de Isaías com Êxodo. Moisés ao ver que era DEUS que estava ali, ele não somente tirou as sandálias dos pés, mas também encobriu o rosto, porque temeu olhar para DEUS, e os Serafins que tinham 6 asas, com duas cobriam os pés, e com duas cobriam o rosto.
Nem Moisés, nem os Serafins tinham coragem de encarar a DEUS, por conta dele ser SANTO, SANTO, SANTO.

Antigamente não era permitido para os escravos andarem calçados, principalmente diante de seus senhores, como sinal de servidão.

Como é diferente a maneira como as pessoas chegam perante DEUS em nossos dias. Chegam-se a ele de qualquer maneira, sem nenhum tipo de reverencia ou temor. Por que?? Porque não sabem, desconhecem que DEUS é "SANTO".

Em Apocalipse capitulo 4, pelo menos 100 anos depois do nascimento do SENHOR JESUS CRISTO, João, o discípulo amado, também tem uma visão, e verifica os mesmos seres celestiais, clamando, dia e noite (como um sinal continuo), "SANTO, SANTO, SANTO é o SENHOR DEUS".

Observem, as duas visões, 700 anos AC e 100 anos DC, e os seres continuam clamando continuamente SANTO, SANTO, SANTO é o SENHOR.
Destaco este fato, para vermos o que DEUS leva mais em conta quando ele trata com o homem.

E por conta da Santidade de DEUS, se faz necessário que ele aplique a sua justiça.

A justiça brasileira tem sua legislação, que condena o infractor de acordo com seu delito.
As leis humanas, são falhas, porque dependem do testemunho de outras pessoas, para tentar juntar provas para condenar ou absorver algum réu.

Mas conhecendo as características de DEUS, como Onipresente, Onisciente, Onipotente, não é possível que Deus, julgue erroneamente, mesmo porque se fizesse isto, ele não seria SANTO.

E por ser SANTO ele julga, DEUS não seria JUSTO, se ele não aplicasse a sua justiça com santidade.

Para a surpresa de alguns, DEUS julga e condena.

Leia novamente II Tessalonicense (vou colar o trecho aqui para facilitar):
"v7 E a vós, que sois atribulados, descanso conosco, quando se manifestar o Senhor Jesus desde o céu com os anjos do seu poder,
v8 Como labareda de fogo, tomando vingança dos que não conhecem a Deus e dos que não obedecem ao evangelho de nosso Senhor Jesus Cristo;
v9 Os quais, por castigo, padecerão eterna perdição, ante a face do Senhor e a glória do seu poder,"


DEUS tomará vingança, contra quem?? Sobre aqueles que não conhecem a DEUS e dos que não obedecem ao evangelho de nosso SENHOR JESUS CRISTO.

Vemos que os critérios de julgamento de DEUS diferem dos pensamentos dos homens.

Meu caro amigo leitor, você já havia se atentado para estes fatos?? Nestes dois aspectos de DEUS?? SANTO E JUSTO??

As pessoas querem crer em um DEUS, que não leva em conta e não condena o pecado, que a de perdoar qualquer pessoa independente de qualquer coisa, e que o inferno não existe.
Estes são pensamentos que não brotam do trono de DEUS, que aclama sua SANTIDADE.

Pois bem, no próximo estudo estaremos mostrando quando DEUS agiu em Santidade e Justiça pela primeira vez.

Deixo como leitura para esta semana Gênesis capitulo de 1 a 3.


Grato pela atenção, e até a próxima semana.


Nilson Chagas
nilson.chagas.silva@gmail.com
http://minhaleituradehoje.blogspot.com/
http://tempodesalvacao.blogspot.com/

Nenhum comentário: